Se você já está inserido no mercado de trabalho há algum tempo, certamente, já se deparou com profissionais que nutrem relações tóxicas no ambiente de trabalho.

São aquelas relações que aos poucos drenam a energia e tiram a motivação de ir para o trabalho todos os dias.

O grande problema com isso é que o ambiente de trabalho em si fica com um clima pesado, e o trabalho em equipe é afetado, algo que tem grandes impactos, não só na produtividade dos indivíduos (ou grupos) como também na segurança do trabalho.

Se você tem um colega que tem prazer em causar tumultos e confusões com outros colegas de trabalho ou mesmo com clientes, você muito provavelmente está diante de um personagem tóxico.

Mas como ser mais preciso na identificação desse indivíduo? Ou mesmo se proteger da sua atuação indesejada? Bem, continue lendo esse texto e descubra como.

OS SINAIS QUE IDENTIFICAM RELAÇÕES TÓXICAS

Certamente existem alguns sinais que deixam mais que claro que determinado indivíduo é tóxico no ambiente de trabalho. Alguns deles são:

  • Competitividade acima da média

Não há nada de errado com um pouco de competitividade dentro do ambiente de trabalho. Isso é, inclusive, estimulado por gestores de forma controlada. Contudo, isso pode virar um problema quando o colega não se importa quem está prejudicando para conseguir avançar.

  • Te testam constantemente

Você já teve a impressão que toda vez que você interagia com alguém era como se você estivesse sendo constantemente testado? Esse tipo de pessoa te faz ficar automaticamente na defensiva e nunca debatem pontos de vista.

  • Conversam mais que trabalham

Pessoas tóxicas não cansam de espalhar a sua opinião depreciativa sobre tudo e todos sendo assim, passam grande parte do tempo conversando ao invés de desenvolver as suas atividades (também tiram a atenção dos colegas e espalham rumores).

  • Aparentam ser mais do que realmente são

Aquelas pessoas que deixam transparecer muito mais competências do que realmente tem e comportam-se como um superior também são extremamente desagradáveis. Normalmente fazem isso para ter ascensão profissional.

  • Influenciam os outros

Se você estiver sob o ataque desse tipo de colega, certamente, ele também está tentando influenciar os demais a te tratarem de forma diferenciada, isolando-te. Eles eliminam a concorrência uma a uma.

OS TIPOS DE COLEGAS TÓXICOS

Para deixar ainda mais claras as características desses indivíduos, podemos usar dessas 5 características e traçar os seus respectivos perfis:

  • O falador que quebra a capacidade de concentração de qualquer pessoa;
  • O competidor que sempre declara guerra implícitas aos seus colegas;
  • O desencorajador que tira a motivação de qualquer um;
  • O queixoso que não para de lamentar ter que executar as suas funções;
  • O que não ouve e é preciso sempre pedir a mesma tarefa diversas vezes.

LIDANDO COM COLEGAS DE TRABALHO INTRAGÁVEIS

Agora que já sabemos como esses indivíduos são, fica a grande pergunta, como se livrar dessa influência devastadora no ambiente de trabalho?

Bem, seguem algumas dicas:

  • Limite o contato

Quanto menos esse colega tóxico tiver acesso a sua vida pessoal e profissional menor será o interesse dele em você. Limite o contato a algo minimamente profissional e resguarde-se.

  • Divida o peso

Se estiver lidando com uma guerra no trabalho, não deixe de falar com alguém a respeito. Não somente para buscar um novo ponto de vista sobre o assunto, mas também para procurar um descarrego de estresse. Lembre-se: descarregue com moderação.

  • Parte do problema?

Nunca queira ser parte do problema, não provoque o colega ou retribua na mesma moeda. Sempre tenha em mente a seguinte pergunta: essa atitude é parte do problema ou da solução? Já sabe qual escolher.

  • Difícil ou tóxica?

Outro ponto interessante a se levantar é se esses indivíduos são realmente tóxicos e não é o produto de lidar com uma pessoa difícil. A diferença entre eles é justamente que a pessoa tóxica quer o seu mal e a pessoa difícil só quer ficam em paz.

  •  Estabeleça limites

No primeiro sinal de pessoas intervindo ativamente em sua em sua vida profissional, cabe a você delimitar até onde eles poderão ir. Não deixe de deixar bem claro os limites.

Esse foi o nosso texto a respeito das relações tóxicas no ambiente de trabalho? Para mais sobre esse assunto e segurança do trabalho, continue lendo a nossa seção de artigos técnicos!


Herbert Bento
Herbert Bento

Esse artigo foi publicado pela Equipe da Escola da Prevenção. Gostaria de debater conosco sobre esse assunto? Então venha conversar conosco no Grupo Elite da SST no WhatsApp.