O mercúrio é um dos elementos químicos mais interessantes já descobertos, é um metal líquido em temperatura ambiente e é conhecido desde os tempos da Grécia Antiga. Apesar de suas características, esse é um metal extremamente tóxico, o que resulta em casos de intoxicação por mercúrio.

Desde a sua descoberta, ele vem sendo aplicado em diversas indústrias na produção de termômetros, barômetros, lâmpadas fluorescentes, medicamentos, espelhos, pilhas e até corantes.

Interessado em ver as implicações desses diversos usos de um metal tóxico na segurança do trabalho? Então vamos lá!

EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL E SEUS RISCOS

Quando falamos sobre a relação entre a intoxicação por mercúrio dentro do ambiente de trabalho, nos referimos diretamente a exposição ocupacional a substâncias tóxicas e potencialmente tóxicas, sejam eles físicos, químicos (como é o caso), biológicos ou ergonômicos.

Claro que após algum tempo de exposição um indivíduo saudável começará a apresentar sintomas de intoxicação. Alguns deles podem ser observados como:

  • Insônia;
  • Dor de cabeça;
  • Tremores;
  • Fraqueza;
  • Atrofia muscula; dentre outros.

Essa sintomatologia faz com que intoxicação por mercúrio – ao menos em seus estágios iniciais – possam ser confundidas com o desgaste e estresse naturalmente associados ao trabalho.

Vale ressaltar também que segurança do trabalho não está associada somente a possibilidade de danos físicos, mas também a danos psicológicos.

Ainda sobre os riscos ocupacionais, por ser um risco químico, onde quer que haja o risco da contaminação por mercúrio deverá haver a sinalização apropriada na cor vermelha (representa o risco químico, como poeira, gazes, neblinas, e quaisquer outros produtos químicos que venham a fazer mal à saúde do trabalhador).

A EVOLUÇÃO DO USO DO MERCÚRIO NO AMBIENTE DE TRABALHO

Entre os anos de 2010 e 2013 o PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) realizou um trabalho a fim de regulamentar os pormenores da utilização do mercúrio pela sociedade. O objetivo era unir órgãos internacionais como OMS, ONU e OIT e outras ligadas ao setor privado.

A ISO 26000 também é uma medida que vista atribuir responsabilidade social pelos impactos da sua ocupação no meio ambiente. Dentre eles, o uso do mercúrio que é um risco tanto para o ambiente quanto para os trabalhadores.

Isso é importante porque no caso de acidentes ambientais o mercúrio se acumula nos tecidos dos seres vivos e é levado através da cadeia alimentar, eventualmente chegando de volta nos humanos.

ATENÇÃO AO MERCURIO

Agora que você já sabe que o mercúrio pode ser algo fatal em sua vida, pode preparar cada vez mais para situações de risco dentro do ambiente de trabalho.

Para mais textos como esse, continue lendo a nossa seção de Artigos técnicos.


Herbert Bento
Herbert Bento

Esse artigo foi publicado pela Equipe da Escola da Prevenção. Gostaria de debater conosco sobre esse assunto? Então venha conversar conosco no Grupo Elite da SST no WhatsApp.

Comentários

Use o campo abaixo para deixar sua dúvida, elogio ou sugestão!

Digite seu comentário abaixo. Depois digite seu nome e e-mail (seu e-mail não vai aparecer para outras pessoas).