Desde o dia 23 de março de 2018 é possível fazer a Capacitação em Saúde e Segurança do Trabalho (SST) via sistema de Educação à Distância (EAD). 

Essa decisão foi realizada pelo Departamento de Segurança e Saúde do Trabalho (DSST) do Ministério do Trabalho.

Desde o começo de sua implementação, o EAD enfrenta resistência de inúmeros setores, contudo, seria essa uma solução inválida?

Bem, desde que realizado da forma como foi determinado pelos órgãos competentes é sim muito bem-vindo!

O EAD NAS CAPACITAÇÕES DE SST

Essa mudança implementada no primeiro trimestre desse ano somente traz uma verdadeira democratização do conhecimento.

Apesar desse avanço, é necessário que as empresas estejam sempre atentas a novidade e tenham responsabilidade na hora de cobrar a assiduidade do seu colaborador.

Primeiramente, é obrigatório que esses cursos na modalidade “educação a distância” sigam as regras estabelecidas pela Coordenação Geral de Aplicação das Normas (CGNOR), DSST e Secretaria de Inspeção do trabalho (STI).

Não é simples garantir que o curso siga à risca todas as determinações desses departamentos e secretarias, sendo assim, aqueles que conseguem ser ofertados, realmente tem a sua qualidade garantida.

QUAIS AS EXIGÊNCIAS PARA AS CAPACITAÇÕES EM SST VIA EAD

Bem, antes de ofertar esse serviço é muito importante que todos os itens que estão descritos abaixo tenham sido observados.

As informações abaixo foram extraídas da Nota Técnica 54 de 2018 do Ministério do Trabalho.

Para fazer o download desta NT, clique aqui.

  • Projeto Pedagógico

O projeto pedagógico deve conter algumas informações vitais como descrição, objetivo, tecnologias que serão utilizadas, atividades que serão desenvolvidas e também a forma de avaliação do aprendizado.

  • Duração

A carga horária deve respeitar o disposto na Norma Regulamentadora (NR) a qual o treinamento se refere.

  • Local e horário

O empregador deve prover um local adequado para execução do curso que também deve ser em horário de trabalho.

  • Interação

A interação entre aluno e professor também deve ser assegurada pelo sistema EAD adotado.

  • Tecnologias

As tecnologias que serão necessárias para as aulas na modalidade EAD devem ser compatíveis com o ambiente, seja ela projeção ou computadores próprios.

De modo geral, os colaboradores devem ter o suporte para acessar as mídias descritas no projeto pedagógico.

  • Público Alvo

Ao projetar um curso ou mesmo adquirir deve ser levado em consideração quem será o indivíduo que estará recebendo as aulas.

Logo deve-se levar em consideração o grau de instrução e também a realidade dos trabalhadores.

  • Profissionais

Os profissionais que estão recebendo essas aulas EAD devem ter preparação específica de acordo com o disposto na NR.

  • Conteúdo Prático

Mesmo sendo na modalidade EAD o curso deve contar com atividades práticas como previsto na NR.

  • Avaliação

Ao final da capacitação, os trabalhadores devem ser avaliados de acordo com o seu aprendizado.

No todo, o sistema de EAD pode ser uma poderosa ferramenta na promoção de conhecimento!

Tem interesse em usar esse modelo de educação a distância para capacitar os seus colaboradores?

É só garantir que todos esses itens estão de acordo!


Herbert Bento
Herbert Bento

Esse artigo foi publicado pela Equipe da Escola da Prevenção. Gostaria de debater conosco sobre esse assunto? Então venha conversar conosco no Grupo Elite da SST no WhatsApp.

Comentários

Use o campo abaixo para deixar sua dúvida, elogio ou sugestão!

Digite seu comentário abaixo. Depois digite seu nome e e-mail (seu e-mail não vai aparecer para outras pessoas).