Nesse artigo técnico vamos ver como fazer uma CIPA efetiva!

Quando falamos sobre a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), nos referimos a uma das organizações mais importantes com foco em segurança do trabalho.

Essa comissão é composta por representantes dos trabalhadores e também do empregador, sendo que os primeiros são eleitos através de votação aberta para os trabalhadores.

Isso também implica dizer que a participação dos trabalhadores é essencial na construção de uma cultura de segurança efetiva!

Existem aqueles que subestimam a CIPA, contudo, o trabalho desta é nada mais nada menos que salvar vidas e preservar a saúde no ambiente de trabalho.

OS FATORES QUE CONTRIBUEM PARA O DESCASO

Atualmente, o que mais se valoriza dentre de uma empresa é a produtividade. Quanto menos recursos se utilizar para produzir mais, melhor. Isso também inclui Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), por exemplo.

Infelizmente, não podemos olhar para o progresso que está acontecendo atualmente com uma melhora, afinal, desde 2008 com a crise econômica mundial o quadro piorou bastante. Vemos um trabalhador com a carga de trabalho de 2 ou 3 outros, certamente um ambiente favorável a negligência e acidentes.

Isso não influencia somente no que concerne a saúde física do trabalhador, segurança do trabalho vai muito além disso. Esse cenário é um grande fator de estresse, ansiedade e outros problemas psicológicos.

Em especial a CIPA é o órgão ideal para lidar com essas questões, afinal, seu objetivo maior é presar pelo trabalhador. Essa organização deve estar em uma situação central multiplicando práticas e conhecimentos preventivos.

Agora você já deve estar se perguntando: se existem tantas críticas, como a CIPA pode ser realmente efetiva dentro do ambiente empresarial, onde há tanta pressão pela produção? Bem, falaremos sobre isso agora.

COMO TORNAR A CIPA EFETIVA DE FATO?

A CIPA está regulamentada pela Norma Reguladora (NR) 5 e é instituída pela Consolidação das Leis do Trabalho, sendo uma obrigação legal do empregador promover a sua instituição.

Mas como instituir uma CIPA efetiva e garantir que a mesma seja funcione na prevenção de acidentes e construção de uma cultura da prevenção? Bem, alguns dos passos abaixo podem fazer com que esse trabalho seja bem feito:

  • Envolver todos os trabalhadores na gestão de segurança do trabalho

O primeiro passo é deixar todos empoderados do seu próprio bem-estar, ajudando na manutenção dos demais.

  • Capacitação para todos

Seja o Cipeiro (profissional inserido na CIPA) ou os demais trabalhadores, só se pode haver melhora onde o problema é realmente identificado. Isto acontece com educação e capacitação.

  • Tenha os objetivos alinhados

Assim como tudo, a CIPA deve ter os seus objetivos muito bem definidos para que consiga identificar o seu objetivo de existir.

  • Cobre e estimule

O trabalho da CIPA é tão importante quanto o do resto da empresa, sempre que possível o estimule!

  • Esteja aberto a inovação

Havia aqueles que diziam que internet era bruxaria, porém, hoje é fundamental para o dia a dia de absolutamente todos.Fácil ver porque estar aberto a inovação, certo?

  • Tenha indicadores

Nada diz mais que indicadores e métricas, sendo assim, defina aqueles mais relevantes (dica: número de acidentes) e mantenha vigilância desses.

  • Divulgação

Divulgue esse artigo sobre CIPA efetiva e nos ajude a disseminar essa transformação!

Continue lendo sobre segurança do trabalho e acompanhe nossa seção artigos técnicos!


Herbert Bento
Herbert Bento

Gostou do artigo? Então deixe um comentário! Aproveite também e visite nossa seção com Materiais Gratuitos de SST.

Comentários

    1 Comentário sobre "CIPA efetiva é possível?"

    • Herbert Bento

      Olá ! Deixe aqui o seu comentário sobre esse artigo técnico sobre CIPA EFETIVA !

Use o campo abaixo para deixar sua dúvida, elogio ou sugestão!

Digite seu comentário abaixo. Depois digite seu nome e e-mail (seu e-mail não vai aparecer para outras pessoas).