Esta é a parte 1 de uma série de 3 artigos sobre o que você, que é profissional de SST, deve fazer na sua primeira semana na empresa.

Parte 1 – [Você está aqui] A primeira semana de trabalho do profissional de SST
Parte 2 – 10 comportamentos essenciais na primeira semana de trabalho
Parte 3 – Que documentos de SST você deve analisar durante sua primeira semana na empresa ?

Você já se sentiu como um peixe fora d’água durante os primeiros dias em um novo emprego ?

Você não está sozinho.

Ao final desse artigo você conhecerá os pontos fundamentais que você deve prestar atenção durante a primeira semana de trabalho de um profissional de SST na empresa.

Victor CostaO que você vai aprender é fruto da experiência prática do autor, Victor Costa, que ao longo dos seus 12 anos de experiência teve a oportunidade de trabalhar direta ou indiretamente com mais de 200 profissionais, técnicos e engenheiros.

Leia esse artigo até o final porque ele está recheado de dicas práticas, que servem tanto para o profissional de SST mais experiente quanto para aqueles que estão entrando no mercado agora.

Por falar em novatos, infelizmente, muitos profissionais vão para o primeiro emprego sem conhecer a parte operacional de uma organização.

Nesses casos, muitos deles jamais tiveram outro tipo de ocupação além de ser estudante.

Por isso, se esse é o seu caso, o estágio é importante para a transformação do aluno em técnico.

Sem o estágio fica mais difícil de desenvolver habilidades e competências necessárias a sua prática profissional.

Mas, antes de definirmos os primeiros passos do profissional de SST em sua primeira semana…

É importante lembrar que o maior desafio no primeiro emprego não é desenvolver sua competência técnica ou aplicar seus conhecimentos adquiridos no curso!

É verdade….

Seus maiores desafios são:

  • gerenciar seu tempo,
  • cumprir prazos,
  • trabalhar em equipe,
  • negociar com a produção,
  • administrar orçamentos justos para o setor e
  • lidar com as negativas da diretoria da empresa.

Agora me diz uma coisa …

Me diz se você já ouviu falar nessa frase: “a primeira impressão é a que fica”.

Apesar de não termos certeza da veracidade deste ditado popular, levamos o mesmo a “ferro e fogo”, e nos cobramos para causar uma boa impressão nos primeiros dias.

Anota isso: uma boa impressão na primeira semana não está associada apenas ao seu conhecimento técnico.

Outros fatores são também importantes:

  • Faltar ou atrasar jamais. Tente chegar com 15 minutos de antecedência;
  • Procure relacionar-se com seus colegas de trabalho, evite ficar deslocado, tome cuidado com a timidez;
  • Evite excessos de informalidade e simpatia;
  • Demonstre iniciativa e disponibilidade, e não fique esperando trabalho;
  • Trabalhe com concentração, definindo bem a hora de conversar e a hora de silenciar;
  • Decore informações básicas, por exemplo, a localização da sua mesa de trabalho e setor, banheiros, a cozinha, a sala do chefe, e os outros locais relevantes;
  • Sorria, seja cordial e educado. Um simples “bom dia”, “por favor”, e “obrigado” tem um incrível poder e pode ser sua chave mestra a todos os caminhos.

Após essas orientações gerais, ainda gostaria de tratar dois aspectos essenciais ao profissional de SST, antes de irmos para as “vias de fato”.

Tudo bem?

Nossa profissão é árdua, mas gratificante.

Por diversas vezes você terá que lidar com a frustração de um projeto que não foi para frente…

Nem sempre vamos conseguir que a empresa dê a devida importância ao seu trabalho…

Muito menos dar importância a questões de segurança e saúde.

Infelizmente precisamos lidar que estas questões todos os dias.

Mas, se você implementar o que você aprenderá nesse artigo, pelo menos, já vai começar com o pé direito.

Profissional de SSTVai causar uma boa impressão e aumentará as chances de ter seus projetos aprovados no futuro.

Então, aos novatos de nossa profissão, deixo uma dica: seja positivo!

Não só porque é seu primeiro emprego, mas por ser necessário para toda sua vida como profissional de SST.

Por mais exaustivo e repetitivo entenda que você precisa acreditar que vai dar certo.

Se ora precisamos convencer o patrão e ora precisamos convencer o trabalhador, como conseguir, quando não acreditamos em nós mesmos?

Infelizmente, vejo muito amigos de profissão se preocupando mais com as derrotas que com as vitórias, com as lamúrias que com as alegrias, com o não posso fazer, do que com aquilo que pode ser feito.

Seja prático e realista, trabalhe com dados de realidade e aquilo que a empresa lhe oferece (por menor que seja).

Não fique pensando no que poderia ser feito…

Mas faça o melhor com o que existe.

E se este melhor não lhe desafia, não lhe instiga e não faz com que você trabalhe motivado, procure outro emprego.

Um equívoco que cometi ao iniciar da minha carreira foi não registrar minhas realizações e resultados.

Você desenvolve programas, documentos e procedimentos, implementa processos, escreve relatórios, realiza inspeções e ministra treinamentos para alcançar uma determinado objetivo, correto?

  • você conseguiu os resultados esperados?
  • o seu trabalho contribuiu para a redução da taxa de frequência ou de gravidade?
  • você conseguiu aumentar a quantidade de homem-horas de treinamento?
  • o aumento dos treinamentos foi efetivo na redução de acidentes?

Acha que estou brincando ?

Então anote o que eu vou te falar agora:

As informações de suas realizações e resultados são fundamentais para agregar valor ao seu currículo e demonstrar consistência e visão sistêmica da gestão de segurança e saúde em uma nova entrevista.

E aí, tenho certeza que você está gostando desse artigo, certo ?

Na parte 2 vamos falar sobre tópicos relacionados a área de SST mesmo.

Se você é profissional de SST, então tenho certeza que você vai amar.

Links para os próximos artigos:

Parte 1 – [Você está aqui] A primeira semana de trabalho do profissional de SST
Parte 2 – 10 comportamentos essenciais na primeira semana de trabalho
Parte 3 – Que documentos de SST você deve analisar durante sua primeira semana na empresa ?

Veja também:

Clique aqui e conheça a Pendrive Segurança do Trabalho que contém 1974 documentos essenciais


Victor Costa
Victor Costa

Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho, Técnico de Segurança do Trabalho, professor, Membro da Associação Brasileira de Higiene Ocupacional (ABHO). 12 anos de experiência em consultoria, assessoria e supervisão na área de SSO, incluindo 7 anos dedicados à docência. Atuou nas áreas da construção civil, montagem industrial, indústria química, petroquímica, metalúrgica, alimentos e serviços.